No Rio, polícia investiga morte de integrante da Escola de Samba Beija-Flor

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) afirmou que instaurou inquérito para apurar a morte de Léo Mídia

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) investiga, nesta quarta-feira (22), a morte do integrante da Comissão de Carnaval da Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, Hugo Leonardo Ribeiro de Oliveira, conhecido como Léo Mídia.

A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que policiais militares do 20º BPM foram verificar uma ocorrência de homicídio na Avenida Doutor Manoel Reis, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, e encontraram uma pessoa em óbito no local. A área foi isolada e a perícia acionada.

Em nota publicada nas redes sociais, a Beija-Flor lamentou a morte de Léo Mídia. “Membro atuante da comissão de carnaval e atuante em diversos departamentos da nossa agremiação. Léo dedicou-se com muito amor à azul e branco. A Beija-flor está de luto”, diz o trecho da nota.

Em uma rede social, Neguinho da Beija-flor, intérprete da escola, também falou sobre o caso: “Nosso querido Léo Mídia acaba de nos deixar precocemente. Um excelente profissional e amigo. Descanse em paz e que Deus o tenha e conforte o coração dos familiares e amigos”.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) afirmou que instaurou inquérito para apurar a morte de Léo Mídia. Segundo a DHBF, a perícia foi realizada no local e o corpo encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Iguaçu.

De acordo com a delegacia, imagens de câmeras de segurança estão sendo coletadas para análise e os agentes estão ouvindo familiares e amigos da vítima.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e