MPRJ solicita perícia na Linha Amarela

O Ministério Público  do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), através da  Subprocuradoria-Geral de Justiça de Assuntos Criminais (SUBCRIMINAL/MPRJ) e do Grupo de Atribuição Originária em Matéria Criminal (GAOCRIM/MPRJ) solicitou à Polícia Civil, por meio da Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (Ciaf), na manhã desta segunda-feira (28/10), a realização de perícia na Linha Amarela para avaliar os danos provocados pela ação de agentes da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro nas instalações da Praça do Pedágio na noite de domingo (27).

Os resultados da perícia vão instruir procedimento investigatório instaurado para apurar eventual conduta delituosa por parte do Poder Executivo municipal na destruição de cabines, cancelas e equipamentos eletrônicos usados na cobrança do pedágio. Segundo fontes da Lamsa (Linha Amarela S/A), concessionária que administra a via, serão necessários 60 dias para reconstruir toda a estrutura, incluindo câmeras instaladas para monitorar o movimento de veículos. Com isso, a Lamsa calcula que o prejuízo com o lucro cessante, ficará em torno de R$45 milhões.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e