Moro indica técnico de informática para ter acesso a cópia de vídeo

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro enviou manifestação ao Supremo Tribunal Federal nesta quinta-feira (21) indicando Ednaldo Braz Lima e Silva, técnico de informática que presta serviços à defesa dele, como pessoa autorizada a obter a cópia do conteúdo audiovisual da reunião ministerial do dia 22 de abril. 

“Independentemente do conteúdo a ser divulgado conforme a decisão, é sabido que as partes deverão comparecer a esta Suprema Corte a fim de obter uma cópia do conteúdo publicizado”, diz Moro. 

O ministro Celso assistiu na noite de segunda-feira (18) à íntegra da gravação da reunião ministerial do dia 22 de abril. A reunião foi mencionada pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro como prova de que o presidente Jair Bolsonaro tentou interferir na Polícia Federal.

Um inquérito foi aberto pelo STF, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR), para investigar as acusações de Moro. Bolsonaro nega ter interferido na corporação. Após assistir o material, o ministro trabalha na decisão sobre o levantamento do sigilo – parcial ou total – do vídeo.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e