México quer libertar mais de 4,2 mil pessoas presas injustamente e torturadas

O governo do México localizou 4.233 autos de presos torturados, sem condenação, idosos ou portadores de doenças crônicas que podem se beneficiar do decreto de 25 de agosto para sua libertação, informou nesta terça-feira o secretário do Interior, Adán Augusto López.

O secretário também informou a libertação de 681 pessoas para amanhã, 15 de setembro, data que o presidente Andrés Manuel López Obrador fixou como meta para libertar todos os presos que pudessem ser beneficiados pelo decreto. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e