Membros da OMS aprovam resolução contra a Rússia

Os apoiadores consideram a resolução um importante passo político para isolar Moscou e disseram que estão se esforçando para evitar qualquer grande impacto no sistema de saúde da Rússia

Membros da região europeia da Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovaram uma resolução, nesta terça-feira (10), que pode resultar no fechamento do escritório regional da Rússia e na suspensão de reuniões no país, em resposta à invasão da Ucrânia.

A sessão especial da região europeia aprovou a resolução, apoiada pela Ucrânia e pela União Europeia, com 43 votos a favor, 3 contrários (Rússia, Belarus, Tajiquistão) e 2 abstenções.

Os apoiadores consideram a resolução um importante passo político para isolar Moscou e disseram que estão se esforçando para evitar qualquer grande impacto no sistema de saúde da Rússia. A resolução cita uma “emergência de saúde” na Ucrânia, referindo-se a baixas em massa, bem como riscos de doenças crônicas e infecciosas que resultaram das ações militares da Rússia.

O enviado da Rússia, Andrey Plutnitsky, se opôs à resolução e disse estar “extremamente decepcionado”.

“Acreditamos que este é um grande momento de dano para o sistema de saúde global”, afirmou ele na reunião de membros e autoridades de alto escalão da OMS.

Alguns criticaram a resolução da OMS, dizendo que não vai longe o suficiente. Diplomatas disseram à Reuters que abandonaram os esforços para suspender a Rússia do conselho executivo da OMS devido a questões técnicas legais, embora os membros possam tentar congelar os direitos de voto da Rússia, em uma reunião no final deste mês.

Reuters

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e