Mais russos já morreram na Ucrânia do que em quatro anos na Chechênia, diz soldado

O número exato de soldados russos que foram mortos na Ucrânia permanece incerto. Autoridades da Otan em março afirmaram que mais de 15.000 já morreram nos combates

As forças da Rússia já perderam mais vidas na Ucrânia do que em quatro anos na Chechênia, disse um soldado russo em um clipe de áudio interceptado pelo Serviço de Segurança da Ucrânia (SBU).

A SBU não forneceu mais detalhes sobre o soldado gravado no arquivo ou como ele foi interceptado.

No áudio, o soldado russo expressou descontentamento com o fato de membros de elite da RosGvardia, a Guarda Nacional de Putin, e da Omon, a Força Policial Especial, terem deixado a Ucrânia.

“Eles são desnecessários. Eles estão voltando porque estão reclamando sobre não querer continuar”, diz ele.

“Todos esses caças das forças especiais que tínhamos, todos eles recuaram, fugiram para a Rússia e se recusaram a continuar”, afirmou o soldado.

“Até mesmo as unidades de elite inimigas não suportam a pressão dos defensores ucranianos”, disse a SBU em comunicado nas redes sociais.

O número exato de soldados russos que foram mortos na Ucrânia permanece incerto. Autoridades da Otan em março afirmaram que mais de 15.000 já morreram nos combates.

O governo russo não fornece atualizações. No entanto, em meados de março, o tablóide russo Komsomolskaya Pravda publicou – e posteriormente removeu – um relatório do Ministério da Defesa russo com o registro de 9.861 mortes das Forças Armadas do país na guerra. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e