Mais de 50 mil pessoas perderam o emprego na Rússia por causa de sanções

O Ministério do Emprego e da Proteção Social da Rússia, divulgou que cerca de 50 mil pessoas ficaram desempregadas e outras 98 mil estão em férias forçadas no país, devido ao impacto das sanções impostas por países do Ocidente e pela saída de empresas internacionais do território russo.

“Segundo os dados operacionais atuais, 98 mil trabalhadores estão inativos. Falando em termos absolutos, 2,5 vezes mais do que em 1º de março”, apontou o vice-ministro da pasta, Andrey Pudov, durante reunião do Parlamento russo, segundo a agência de notícias local “TASS”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e