Maduro diz que venceu eleição para conselho da ONU apesar de “complô” dos EUA

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nessa quinta-feira (17) que a conquista de uma das vagas no Conselho de Direitos Humanos da ONU é uma vitória do país contra uma suposta “campanha de pressão” liderada pelos Estados Unidos, com apoio do Grupo de Lima, do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (BM).

“Tremenda vitória da Venezuela enfrentando o complô, a conspiração, a campanha brutal do governo de Donald Trump, uma campanha de pressão, de perseguição contra os países do mundo, à qual se uniu o FMI e o Banco Mundial”, afirmou Maduro. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e