Lupi não vê chance de saída de Ciro, e diz que PDT pode mudar votos sobre PEC

Ele avalia que a aprovação do texto “é um cheque em branco para um governo despreparado e corrupto”

O presidente do PDT, Carlos Lupi, falou à CNN nesta quinta-feira (04) que não vê chance de Ciro Gomes deixar o partido. Ciro anunciou que suspenderá sua pré-candidatura à presidência da República depois de o partido dar 15 votos a favor da PEC dos Precatórios, votada ao longo da madrugada.

“Não vejo chance nenhuma (de Ciro Gomes deixar o partido). O Ciro está em casa neste partido, é disparado o homem mais preparado para exercer a presidência da República, e quando ele faz esse gesto de suspender a pré-candidatura é para dar uma satisfação sobre sua insatisfação a respeito da votação encaminhada pela bancada do PDT”, disse Lupi.

O presidente do PDT disse que foi ele quem avisou Ciro Gomes sobre a votação.

“Ele avaliou que deveria suspender sua atividade como pré-candidato até que resolvesse a votação em segundo turno”, afirmou o presidente da legenda.

Lupi disse que pretende conversar pessoalmente com cada um dos 15 deputados do PDT que votaram a favor da PEC dos Precatórios. O presidente da legenda disse que vai trabalhar para criar, até terça-feira, quando deve acontecer a segunda votação, “uma unidade contra essa PEC” dentro do partido.

Ele avalia que a aprovação do texto “é um cheque em branco para um governo despreparado e corrupto”. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e