Lideranças de PSDB e MDB veem dificuldades em anunciar nome de consenso da 3ª via

A data, 18 de maio, que chegou a ser anunciada pelos dirigentes dos partidos como o dia do anúncio do candidato único da terceira via pode acabar passando em branco

A ideia de anunciar um nome de consenso da terceira via para as eleições está cada vez mais distante. MDB, PSDB, Cidadania e União Brasil lançariam candidatura única no dia 18 de maio, mas com a decisão do União de lançar Luciano Bivar e cancelar as negociações, MDB, PSDB e Cidadania enfrentam dificuldades para chegar a um consenso entre os que restaram: Simone Tebet (MDB) e João Doria (PSDB). A data, que chegou a ser anunciada pelos dirigentes dos partidos como o dia do anúncio do candidato único da terceira via pode acabar passando em branco.

Fontes da cúpula do MDB e do PSDB afirmaram em caráter reservado que os dirigentes aguardam o resultado das próximas pesquisas para definir se seguem juntas ou se vai cada uma segue o seu caminho. As negociações continuam, mas está “cada vez mais difícil” chegar a um nome de consenso para fazer frente aos favoritos Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL).

Uma das fontes avalia que “hoje é cada um por si” e dificilmente sairá algo no dia 18 de maio. Dentro do MDB, o nome de Tebet segue consolidado e, ainda que continuem algumas resistências internas, por enquanto a ideia da cúpula do partido é manter o nome da emedebista.

No PSDB, João Doria continua lutando pela candidatura, “mas ainda precisa superar resistências internas”, afirmou uma fonte do partido. Ganha força uma possível chapa com a senadora pelo Maranhão Eliziane Gama (Cidadania). Dentro do PSDB, também há um grupo que que continua apoiando uma possível candidatura de Eduardo Leite, apesar das prévias vencidas por Doria.

Segundo fontes, uma chapa Tebet e Doria também não é carta fora do baralho, mas depende do resultado das pesquisas.

O dia 18 de maio tinha sido a data escolhida pelos presidentes dos quatro partidos –MDB, PSDB, Cidadania e União Brasil– para lançar uma candidatura única. Sem acordo, União Brasil foi o primeiro a deixar o grupo. A data, que chegou a ser anunciada pelos dirigentes dos partidos como o dia do anúncio do candidato único da terceira via pode acabar passando em branco CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e