Líder do PSL diz que partido pedirá mandato de quem se desfiliar

O líder do PSL na Câmara dos Deputados, Delegado Waldir (GO), disse nesta terça-feira (15) que a sigla pedirá os mandatos dos deputados que se desfiliarem da legenda e, em meio a uma queda de braço entre a cúpula partidária e o presidente Jair Bolsonaro, orientou sua bancada a obstruir a votação de uma medida provisória de interesse do Palácio do Planalto.

Em entrevista a jornalistas, Waldir disse que orientou a obstrução para evitar que deputados do PSL que não estão em plenário recebam falta.

A MP que está sendo votada na Casa alterou funções no governo federal e, caso não seja aprovada por deputados e senadores até a quarta-feira, perderá validade.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e