Justiça peruana reconhece família formada por 2 mulheres

Um casal de duas mulheres teve a seu favor, nesta quarta-feira, uma decisão histórica da Justiça do Peru, ao ganhar um processo judicial exigindo que o registro civil reconhecesse as duas como mães de seu filho em seu documento de identidade nacional (DNI).

Jenny Trujillo e Darling Delfín tiveram que esperar quatro anos para que o juiz Jonathan Valencia, da Segunda Corte Constitucional de Lima, concordasse com elas em sua ação contra o Registro Nacional de Identificação e Estado Civil (Reniec). Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e