Justiça Eleitoral dá 10 dias para Moro explicar transferência de título para SP

Segundo a ação, Moro “não possui vínculos com o estado de São Paulo, tampouco, com a cidade de São Paulo, a fundamentar o pedido de transferência”

A Justiça Eleitoral intimou nesta sexta-feira (29) o ex-juiz Sergio Moro a dar explicações, no prazo de dez dias, sobre a transferência do título de eleitor para o estado de São Paulo. A ação foi movida por Laercio Ribeiro, presidente do diretório municipal de São Paulo do PT, e pelo deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) na quinta-feira (28).

Segundo a ação, Moro “não possui vínculos com o estado de São Paulo, tampouco, com a cidade de São Paulo, a fundamentar o pedido de transferência”. Ainda de acordo com o texto, o ex-ministro não reside em São Paulo e “não tem laços profissionais com o estado”.

A assessoria de Sergio Moro pontuou que o ex-ministro transferiu “no prazo legal o domicílio eleitoral como permite a legislação eleitoral e é direito de qualquer cidadão”.

“Minha base de atuação e de domicílio eleitoral tem sido SP desde meu retorno dos Estados Unidos no final de 2021. Resido, aliás, em São Paulo”, continua a nota, finalizando que a defesa será apresentada “aguardando que a decisão siga o entendimento predominante da justiça eleitoral há décadas”.

CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e