Junta Comercial do Rio será digital até o final deste ano

Após cada data estipulada, não serão mais aceitos processos físicos, ou seja, em papel, informou a Jucerja

Até o fim deste ano, a Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) será 100% digital. A informação foi divulgada hoje (25) pelo órgão, vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico. “Com a aprovação desta deliberação, a Junta Comercial do Rio atinge a maturidade digital e passa a fazer parte do rol de setores que sofreram a transformação digital”, disse o presidente da Jucerja, Vitor Hugo Feitosa.

A transição vai começar em agosto e seguirá um cronograma de obrigatoriedade de apresentação de atos empresariais para registro e arquivamento de forma online. Após cada data estipulada, não serão mais aceitos processos físicos, ou seja, em papel, informou a Jucerja, por meio de sua assessoria de imprensa.

As Sociedades Anônimas, cooperativas, consórcios serão as primeiras empresas que passarão pela mudança, a partir de 1º de agosto. Os documentos apresentados antes dessa data, mas que tenham sido objeto de exigência, terão seus trâmites preservados até sua conclusão.

No dia 1º de setembro, a medida passará a valer para requerimentos de empresários e, em 1º de novembro, para empresa individual de responsabilidade limitada e sociedades limitadas. As datas foram publicadas no Diário Oficial, no dia 24. O cronograma objetiva facilitar a adaptação dos usuários, segundo a assessoria da Jucerja.

O órgão vai fornecer todas as informações e suporte para acesso e utilização dos sistemas para arquivamento digital aos usuários, profissionais da área e empreendedores do estado do Rio de Janeiro, oferecendo cursos, treinamentos, palestras, serviços de suporte telefônico, tanto presencialmente, como pela internet.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e