Julgamento do “caso Charlie Hebdo” volta a ser adiado pelo Tribunal de Paris

O julgamento dos acusados de cumplicidade com os terroristas que realizaram atentados contra a redação da revista “Charlie Hebdo”, em janeiro de 2015, foi adiado nesta segunda-feira mais uma vez, em meio a conflito sobre a participação de maneira remota do principal acusado, que está com Covid-19.

“O Tribunal de Paris ordena que a suspensão do processo seja prorrogada até segunda-feira, 30 de novembro”, anunciou o presidente da corte, depois de apontar que o uso de videoconferência para o testemunho de Ali Riza Polat “não era necessário” neste momento. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e