Johnson admite que desabastecimento no Reino Unido pode durar até o Natal

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson admitiu neste domingo, com alguma relutância, que a escassez de combustíveis poderia durar até o Natal, mas reiterou que não recorreria à imigração descontrolada para resolvê-la.

Em entrevista à rede de televisão “BBC”, Johnson foi defensivo diante das perguntas de um dos entrevistadores mais inquisitivos da emissora pública, Andrew Marr, e tentou escapar incólume no dia em que o Partido Conservador abriu seu congresso anual em Manchester. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e