Inflação do México não dá trégua em janeiro e rompe marca de 2001

A taxa de inflação geral do México em janeiro ficou em 7,07%, dado que mostra uma leve desaceleração, mas que preocupa especialistas, porque o núcleo chegou a 6,21%, o maior desde setembro de 2001.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) aumentou 0,59% no mês de janeiro, informou nesta quarta-feira o Instituto Nacional de Estatística e Geografia (Inegi). Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e