Hong Kong pode proibir uso de máscaras em manifestações

A mídia de Hong Kong disse que o governo decidiu recorrer a forças de emergência para tentar  conter protestos.

O anúncio foi feito após uma reunião do painel de consultoria nesta sexta-feira (4).

A Lei de Regulamentação de Emergência permite que a chefe do Executivo, Carrie Lam, faça os regulamentos sem a aprovação do Conselho Legislativo.

Muitos manifestantes contra o governo usam máscaras e óculos para se protegerem do gás lacrimogênio e ocultar identidades.

Legisladores a favor de Pequim exortam o governo a proibir o uso de máscaras, dizendo que elas incentivam os manifestantes a tomarem ações extremas.

É a primeira vez que é utilizada a Lei de Regulamentação de Emergência desde 1967, ou seja, 30 anos depois da devolução do território – que estava sob o controle britânico – à China.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e