Homem de 60 anos é a nona morte por coronavírus no Rio

Volta Redonda é a cidade ao sul da região metropolitana com mais casos, somando sete

Um homem de 60 anos que morava na capital fluminense foi a nona vítima do coronavírus (covid-19) no estado do Rio de Janeiro. A morte foi confirmada hoje (26) pela Secretaria Estadual de Saúde, que contabiliza quatro homens e cinco mulheres mortos pela doença, em quatro municípios.

Seis óbitos ocorreram na capital. Os outros, nas cidades de Miguel Pereira, Petrópolis e Niterói. Segundo a secretaria, eles eram idosos ou apresentavam comorbidades, o que os enquadrava no grupo de risco para a covid-19.

O balanço divulgado hoje pela secretaria contabiliza 421 casos confirmados da doença, com um aumento de 51 diagnósticos em relação aos dados de ontem. A maior parte dos novos casos foi confirmada na capital, que saltou de 331 para 368. Niterói, com 31 casos, tem a segunda maior incidência da doença e também teve o segundo maior aumento em números absolutos, já que a cidade tinha 19 casos no balanço de ontem.  

A secretaria também confirmou hoje a primeira ocorrência da doença em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, onde já há dois casos confirmados em Duque de Caxias, e um em Guapimirim.

Volta Redonda é a cidade ao sul da região metropolitana com mais casos, somando sete. Barra Mansa, Resende, Valença e Miguel Pereira têm um caso cada. Completam a lista de cidades com casos confirmados: Petrópolis (3), Campos dos Goytacazes (1) e São Gonçalo (3).

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e