Habemus ensaio técnico

Há três semanas do Carnaval, o Rio de Janeiro parece sofrer uma conspiração dos astros contra a festa. Não bastassem todos os problemas políticos junto à prefeitura, esta semana a cidade passou por acontecimentos que geraram um anticlímax, um baixo astral que depõe contra a folia.

Chuvas que trouxeram caos, ruas inundadas, deslizamento de encostas e um rastro de destruição que deixou seis mortos. Pra completar a tragédia, o incêndio no centro de treinamento do Flamengo, que vitimou dez pessoas, entre jovens jogadores e funcionários do clube.

No meio disso, a boa notícia carnavalesca da semana nem pode ser comemorada. Finalmente teremos ensaios técnicos na Marquês de Sapucaí, após dois anos sem a sua realização e a superação das dificuldades que ameaçavam sua não realização em 2019.

A Liesa – Liga das Escolas de Samba – conseguiu fechar o patrocínio que faltava, via Lei Rouanet, para viabiizar financeiramente o evento. Mesmo com o calendário apertado, em apenas três fins de semana os treinos serão realizados.

A agenda divulgada prevê a seguinte programação, iniciando já neste próximo domingo, a partir das 19 horas.

Dia 10 /02 – Vila Isabel, Mocidade Independente e Unidos da Tijuca.
Dia 16/02 – Salgueiro, Unidos do Viradouro e Grande Rio.
Dia 17/02 – Portela, São Clemente e Mangueira.
Dia 23/02 – Império Serrano, União da Ilha e Imperatriz Leopoldinense.
Dia 24/02 – Paraíso do Tuiuti e Beija Flor.

Depois de tantos impasses e problemas, que o samba possa contribuir para amenizar o ambiente da cidade e que o Carnaval traga bons ares para o Rio de Janeiro.

Por

Jornalista, pesquisador de samba e compositor.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e