Guaidó pede que justiça do Reino Unido aceite seus atos sem questionamentos

Os advogados de Juan Guaidó no caso do ouro da Venezuela depositado na Inglaterra argumentaram nesta terça-feira que a justiça britânica tem de aceitar “sem questionamentos” os atos e nomeações do líder opositor, que foi reconhecido pelo governo de Londres como chefe de Estado venezuelano.

Na segunda vista de um recurso na Suprema Corte britânica, o advogado Andrew Fulton afirmou que, em virtude da doutrina sobre Atos de um Estado estrangeiro, os juízes ingleses “não devem investigar” a legalidade das decisões tomadas por governantes estrangeiros em seus territórios. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e