Guaidó acusa Maduro de vínculos com grupos narcoterroristas internacionais

O líder da oposição da Venezuela, Juan Guaidó, acusou o presidente do país, Nicolás Maduro, de ter ligações com grupos narcoterroristas internacionais, como o Hezbollah e dissidentes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), o que, segundo ele, representaria uma ameaça para a América do Sul.

“A ditadura de Maduro representa uma séria ameaça à estabilidade e à paz da região. Hoje, Maduro tem perigosos laços militares, de inteligência e econômicos com regimes como Irã, Rússia, Cuba e China. Esses laços também se estendem a grupos narcoterroristas internacionais, como os dissidentes do ELN (Exército de Libertação Nacional da Colômbia) e das Farc, e também com o Hezbollah”, acusou o opositor durante sua participação no Sedona Forum, organizado pelo Instituto McCain. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e