Governo tailandês aprova legalização da maconha com fins medicinais

A Tailândia proibiu a maconha em 1935 e atualmente pune com até cinco anos de prisão a posse e o transporte de até dez quilos

O governo da Tailândia aprovou nesta terça-feira uma reforma para legalizar o uso medicinal da maconha, o que transformaria o país no primeiro do Sudeste Asiático a tomar tal medida.

O governo do primeiro-ministro Prayut Chan-ocha indicou em uma nota oficial que apresentará ao parlamento o projeto que modifica a Lei de Entorpecentes para a sua aprovação.

A modificação contempla também a legalização com fins medicinais do kratom, uma árvore do Sudeste Asiático cujas folhas são utilizadas como estimulante, analgésico e narcótico.

O governo indicou em uma nota oficial que é necessário atualizar a Lei de Entorpecentes para adequá-la a um mundo no qual cada vez mais países estão aceitando que a maconha “tem muitos benefícios médicos”.

A Tailândia proibiu a maconha em 1935 e atualmente pune com até cinco anos de prisão a posse e o transporte de até dez quilos. As penas, no entanto, podem chegar a 15 anos de prisão se forem apreendidas quantidades superiores.

EFE

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e