Governo brasileiro tem a responsabilidade de reconhecer o racismo, diz ONU

A ONU afirmou nesta terça-feira que o governo do Brasil tem a responsabilidade de reconhecer o racismo persistente contra as pessoas negras, cobrança feita após o presidente Jair Bolsonaro e o vice, Hamilton Mourão, terem negado a discriminação racial no país, dias depois de João Alberto Silveira Freitas, homem negro, morrer ao ser espancado por seguranças de uma unidade da rede de supermercados Carrefour em Porto Alegre.

A alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, disse que o Brasil precisa de reformas urgentes tanto em sua legislação quanto em suas instituições para acabar com os estereótipos raciais. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e