Garotinho diz que não vai concorrer ao governo do Rio de Janeiro

Ele decidirá até a próxima sexta-feira (22) se será candidato a deputado federal, estadual ou a nenhum cargo

O ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (União Brasil) disse que não vai mais concorrer ao cargo mais uma vez nas eleições deste ano, segundo informou sua assessoria nesta terça-feira (19). A decisão teria partido do União Brasil.

Garotinho decidirá até a próxima sexta-feira (22) se será candidato a deputado federal, estadual ou a nenhum cargo.

Nesta terça, o ex-governador se reuniu com integrantes do partido no Rio de Janeiro. Segundo a assessoria, ficou acertado que ele não terá a obrigação de apoiar Cláudio Castro na disputa pela reeleição.

Em maio, Garotinho pediu ao presidente da União Brasil, Luciano Bivar, para ser o candidato do partido ao governo do Rio.

No último dia 14, o STJ restabeleceu os direitos políticos do ex-governador, que haviam sido cassados em 2018, quando ele foi condenado por um esquema de desvio de R$ 234 milhões da Secretaria de Saúde entre 2005 e 2006.

Pesquisa Genial/Quaest divulgada também no dia 14 mostrava Garotinho com 6% das intenções de voto, empatado com Rodrigo Neves (PDT) e atrás apenas de Cláudio Castro (PL), com 24%, e de Marcelo Freixo (PSB), com 22%.

Segundo a nota da assessoria, Clarissa Garotinho foi anunciada como a pré-candidata ao Senado pelo União Brasil. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e