G7 defende ordem internacional frente a ameaças de China e Rússia

A recuperação do mundo em relação à pandemia de covid-19 requer mais do que nunca a preservação do atual sistema de regras internacionais, enfatizaram os ministros das Relações Exteriores do G7 nesta quarta-feira nas conclusões de sua reunião de dois dias em Londres, na qual identificam a China e a Rússia entre as principais ameaças a essa ordem global.

A democracia “está sob pressão” em todo o mundo, a disseminação da covid-19 continua sendo um grave problema, e os efeitos “catastróficos” da mudança climática são cada vez mais palpáveis, advertiram os diplomatas do grupo, que se encontraram pessoalmente pela primeira vez em mais de dois anos. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e