Framework: Em busca do modelo ideal

Como conseguir alimentar nossa força de vontade de forma termos combustível necessário para nossa caminhada todos os dias?

Buscamos periodicamente entender o que JESUS, quis nos dizer em “busque a verdade e a verdade vos libertará”, então por meio de alguns modelos mentais e práticos vamos entendendo nossa busca por resultados e em um destes modelos chegamos no seguinte: como conseguir alimentar nossa força de vontade de forma termos combustível necessário para nossa caminhada todos os dias?

– Toda e qualquer informação que recebemos em nossos cinco sentidos, depois, de passar pela amígdala (Nos seres humanos, a amígdala cortical (do grego, significando “amêndoa”) é um feixe, em forma de amêndoa, de estruturas interligadas, situado acima do tronco cerebral, perto da parte inferior do anel límbico.), e nos proporcionar uma resposta emocional (ai traduzimos emoção em sentimento), “a boca fala do que o coração está cheio”, após, vai para o neocórtex.

 “Do neocórtex, dizia a antiga teoria, os sinais são enviados para o cérebro límbico, e de lá a resposta apropriada se irradia pelo cérebro e o resto do corpo. É assim que funciona durante a maior parte do tempo” – LeDoux. Somente aí começamos o processo racional: entender isso ou aquilo e a formular nossas próximas ações, neste momento temos que raciocinar sobre o que estamos processando como próximas AÇÕES (esta certo ou errado), daí o grande ensinamento: “Vigiai e orai” – Jesus Cristo. Pensamentos e intuições erradas, desviamo-los com a oração e, tendo certeza de estar no caminho correto, verbalizamos.

– Sentimento + ações: nem sempre conseguimos os resultados desejados nas primeiras tentativas, então, vem a persistência. Até quando vamos persistir? Até conseguir o resultado desejado, ou mesmo os aprendizados do caminho.

– Sentimento + ação + persistência, o resultado não chegou, deveremos ter a disciplina e avaliarmos os métodos que estamos usando, horários, dias, tempo, semana, mês, intervalo entre uma ação e a persistência nesta.

– Sentimento + ação + persistência + disciplina, ainda assim executando tudo nas melhores técnicas e comportamento adequado à nossa busca, o resultado pode não chegar como esperamos, então, chegou o momento de testar nossa paciência (requer muita prática).

Como certeza, o modelo:

sentimento+ação+persistência+disciplina+paciência, se usado em constância, será o combustível de nossa força de vontade e nos levará a grandes resultados e sem dúvida alguma, ao longo dos anos nos proporcionará muita sabedoria.

Pense nisso.

Saúde e Paz.

Por

valmir.flores@oestadorj.com.br

* Gestor de Empresas com MBA em Gestão Empresarial pela FGV - Fundação Getúlio Vargas. Professor universitário. Atuação como diretor/gestor comercial em segmentos de bens de consumo em multinacionais como UNILEVER, Bombril, Kibon, dentre outras e atual Gerente Nacional de Vendas da YEVA Cosmétiques.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e