Forte chuva da região Nordeste chega ao Sudeste na virada do ano

A capital Belo Horizonte deve ser a mais afetada, mas não são descartados alagamentos também no Rio e em São Paulo

Fortes chuvas são esperadas, nesta virada de ano, na região Sudeste do País. O corredor de umidade responsável pelo excesso de precipitação em Tocantins e na Bahia, onde 20 pessoas morreram em inundações, está a caminho de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, segundo a agência de notícias especializada Metsul.com. A projeção é de temporal nos próximos sete a dez dias.

Modelos meteorológicos que previram as enchentes no Nordeste e Norte do País, agora, projetam “um aumento substancial da chuva na região Sudeste, com volumes mais altos concentrados em Minas Gerais”, de acordo com o site. A capital Belo Horizonte deve ser a mais afetada, mas não são descartados alagamentos também no Rio e em São Paulo.

Em alguns locais, o volume de chuva pode chegar a 500 mm em 15 dias. Para se ter uma ideia, em Brasília, deve chover 9 mm nas próximas 24h, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia, que classifica esse volume como “de chuvas intensas”.

A expectativa é de que ocorram chuvas fortes em curtos períodos de tempo, capazes de provocar inundações e deslizamentos de terra. Isso preocupa os meteorologistas, já que, principalmente em Minas e no Rio, há um grande número de pessoas em áreas de risco – próximas a rios e encostas. Na região serrana fluminense, por exemplo, são recorrentes os deslizamentos de encostas e desabamentos de casas no verão.

Não são descartadas, no entanto, enchentes também no Estado de São Paulo, provocadas pelo transbordamento de rios. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e