FMI indica que efeito de quebra da Rússia seria “bastante limitado” no mundo

O Fundo Monetário Internacional (FMI) indicou nesta terça-feira que o efeito no resto do mundo de uma eventual quebra da economia da Rússia seria “bastante limitado”, indicando que o cenário não pressupõe um “risco sistêmico” para o planeta.

Em apresentação feita por vídeo, que teve a participação da diretora-geral da instituição, Kristalina Georgieva, a economista-chefe do FMI, Gita Gopinath, explicou que a economia mundial não está fortemente exposta à dívida russa e que seu peso é “relativamente pequeno” em uma perspectiva global. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e