FMI diz que acordo com Argentina inclui consolidação fiscal

O Fundo Monetário Internacional (FMI) disse nesta sexta-feira que o acordo feito com a Argentina para que o país quite um empréstimo de mais de US$ 44 bilhões contraído em 2018 inclui um “caminho” para a consolidação fiscal com o objetivo de “gradualmente e de forma sustentável” melhorar as finanças públicas e reduzir o financiamento monetário.

O “caminho” para a consolidação fiscal também permitirá aumentar os gastos com infraestrutura, ciência e tecnologia, e proteger programas sociais específicos. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e