Ex-presidentes defendem revolução digital a serviço da democracia

A transformação digital e a explosão do uso das redes sociais precisam estar “a serviço do fortalecimento da democracia liberal” e da liberdade de expressão, um direito “inegociável”, afirmaram nesta sexta-feira os ex-presidentes Mauricio Macri, da Argentina; Luis Alberto Lacalle, do Uruguai; e Jorge Quiroga, da Bolívia.

Diante da forma acelerada como a era digital “mudou as nossas vidas”, os três ex-mandatários concordaram ao apontar o “perigo” que a internet representa para um “censor”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e