Ex-presidente colombiano critica atual política de combate às drogas

O ex-presidente da Colômbia Juan Manuel Santos acredita que no combate às drogas o mundo hoje está pior do que há 50 anos, porque o problema, longe de diminuir, aumentou devido à proibição e é por isso que é necessário mudar o enfoque.

Santos, presidente de 2010 a 2018, e vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2016, faz parte da Comissão Global de Política de Drogas, que publicou nesta terça-feira seu relatório anual propondo uma reestruturação do sistema de controle de drogas das Nações Unidas, a fim de alcançar melhores resultados. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e