Ex-guarda nazista se declara inocente de cumplicidade em 3.518 mortes

Um ex-guarda do campo de concentração nazista de Sachsenhausen, um homem centenário que é julgado por cumplicidade no assassinato de 3.518 prisioneiros, se declarou inocente das acusações recebidas.

“Não fiz absolutamente nada, sou inocente”, declarou o acusado, Josef S., na segunda vista do processo aberto na quinta-feira na cidade alemã de Brandenburg an der Havel. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e