Eventos cinematográficos se reinventam em 2020

Com o pandemia e o isolamento social mundial, muitos eventos importantes foram cancelados ou adiados em 2020, mas alguns estão se reinventando. Como é o caso de alguns de cinema ou que promovem filmes, tipo Comic-Con de San Diego, nos Estados Unidos.

Um dos maiores eventos mundiais da cultura pop, o San Diego Comic-Con, não foi cancelado e aconteceu no final de julho no formato virtual, pelas redes sociais, usando a hashtag #ComicConAtHome. Lives com atores e equipes técnicas aconteceram durante os dias de evento, além de divulgações sobre produções dos estúdios.

O Brasil também não ficou atrás, a Fantaspoa (Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre), evento cinematográfico que ocorre anualmente na capital do Rio Grande do Sul, também ocorreu virtualmente.

O diferencial é que as exibições dos longas que concorrem a prêmios, que ocorriam em cinema de Porto Alegre, migraram para a internet.

Foto: Divulgação

A seleção de filmes da edição 16, conta com produções de 29 diferentes países, inclusive o Brasil, que estão sendo assistidas em todo território brasileiro através do serviço de streaming Darkflix. Títulos disponíveis gratuitamente, tanto longas como curtas. E durante os dias do evento há agendado lives com diretores de algumas das produções participantes da Fantaspoa 2020.

Destaque para duas produções em longa-metragem, ‘Uma Breve História da Viagem no Tempo’ (A Brief History of Time Travel, 2018) dirigido por Gisella Bustillos, documentário sobre a inspiração que a ficção científica deu à ciência. O longa mostra a jornada pelo tema viagem no tempo, mostrando referência cinematográficas, televisivas, assim como na literatura, e como os cientistas se inspiram com muitas das histórias. Pensando nas possibilidades do estudo e pesquisa do assunto.

Outro documentário em destaque da XVI Fantaspoa, é o inspirador ‘Zumbis no Canavial: O Documentário’ (Zombies En El Cañaveral: El Documental, 2019), dirigido por Pablo Schembri, uma produção Argentina, que relata uma época conturbada não só da história do país de origem como do mundo, mostrando o quanto a censura pode ser nociva para um povo. Uma produção sobre uma outra produção, um longa visionário que hoje é um filme de grande valor histórico e cultural, o qual há indícios de ter inspirado George Romero, na concepção de ‘A Noite dos Mortos-Vivos’. Um longa-metragem que relata a saga de um fã e pesquisador Luciano Saracino em busca do roteiro original do filme.

Também em destaque os curtas ‘A Little Taste’, ‘Het Juk’, ‘Reboted’ e ‘A Date with Mr. Mappleton’, que juntos mostram o terror em diversas formas, de animação ao live action, além de alguns terem um fator sobrenatural em suas tramas.

São dois eventos importantes para promoção de produções cinematográficas nas Américas, ambos buscando uma alternativa válida para não serem cancelados. E, mesmo que a experiência física não seja o mesmo que a virtual, é uma alternativa válida para continuar, enquanto seguem apoiando o isolamento social como forma de combate à pandemia até que uma vacina seja encontrada.

Por

Ex-repórter redatora da editoria de Cultura do webjornal O Estado RJ, atualmente colunista (Curtindo Adoidado).

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e