Estatizar água é uma das principais promessas de candidatos às constituintes

Rosalba Quiróz vem de uma família de pequenos pecuaristas de Petorca, cidade rural no centro do Chile, e enfrenta grandes dificuldades em sua casa simples, às margens de um leito seco do rio. Quase não sai água da torneira, e contar o tempo do banho se tornou obrigatório há vários anos.

Este cenário é cada vez mais comum no país, onde o recurso é privatizado, e milhares de residências não têm água encanada. A questão se tornou uma das protagonistas das eleições constituintes deste fim de semana. Centenas de candidatos prometem a “libertar a água das mãos privadas e garantí-la como um “direito humano”. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e