Estado do Rio de Janeiro prorroga medidas restritivas por mais sete dias

Castro manteve proibido o funcionamento de casas de shows, boates e a realização de festas e eventos de qualquer natureza

O governo do estado do Rio de Janeiro prorrogou até o dia 3 de maio as medidas restritivas de combate a pandemia no novo coronavírus. Em edição extra do Diário Oficial, o governador Cláudio Castro (PSC) manteve as determinações do decreto publicado no dia 20 de abril, que parariam de valer nesta segunda-feira (26).

Castro manteve proibido o funcionamento de casas de shows, boates e a realização de festas e eventos de qualquer natureza. Também determinou o trabalho remoto para servidores públicos do grupo de comorbidades.

O funcionamento de bares e restaurantes permanece permitido com 40% de ocupação máxima e distância de 1,5 metro entre as mesas. Shoppings e estabelecimentos comerciais também devem funcionar com 40% da capacidade.

O estado já registra 724.858 mil casos confirmados e 42.927 mil óbitos pela doença. A taxa de ocupação de leitos está em 88,2% para UTI e 65,8% para leitos de enfermaria.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e