Estado de São Paulo registra 14,3 mil mortes por novo coronavírus

Dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 618 deles

O Estado de São Paulo soma 14.338 óbitos pelo novo coronavírus. No total, foram contabilizados 271.737 casos confirmados e, entre as pessoas diagnosticadas com a covid-19, 43.277 estão curadas. Dos 645 municípios, houve pelo menos uma pessoa infectada em 618 deles. Em 360 cidades, houve um ou mais óbitos. Os dados foram disvulgados neste domingo (28), pelo Governo do Estado de São Paulo. 

As taxas de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) são de 67,2% na Grande São Paulo e 65,3% no estado. O número de pacientes internados é de 14.113, sendo 8.387 em enfermaria e 5.726 em UTI.

Entre as vítimas estão 8.280 homens e 6.058 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 74,1% das mortes. A mortalidade é maior na faixa etária entre 70 e 79 anos (3.453 óbitos), seguida pelas faixas de 60 a 69 anos (3.3199 óbitos) e 80 e 89 anos (2.869 óbitos). Os principais fatores de risco associados à morte por covid-19 são cardiopatia e diabetes mellitus.

Na capital

A prefeitura de São Paulo atualizou, há pouco, para 150.757, o total de casos de covid-19 confirmados na capital paulista. Até o momento, foram contabilizadas 7.037 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Também são registrados 263.365 casos suspeitos no balanço oficial , que detalha, ainda, a ocupação nos dois hospitais de campanha instalados na cidade. No hospital do Complexo do Anhembi, há 213 pacientes internados, dos quais sete estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Já no Hospital Municipal de Campanha do Pacaembu, que irá encerrar as atividades amanhã (29), encontram-se cinco pacientes internados, sendo dois tratados em leitos de UTI. Ao todo, 1.043 leitos de UTI com tratamento exclusivo para pacientes com covid-19 estão em funcionamento em hospitais da rede municipal, além de 190 leitos de hospitais privados, contratados para esse mesmo fim. As taxas de ocupação são, respectivamente, de 49% e 73%.

Ainda de acordo com a prefeitura, o índice de isolamento social foi de 49% neste sábado (27). O ideal era que houvesse uma adesão de pelo menos 55% da população local para se evitar ,de forma mais efetiva, a propagação do novo coronavírus.

Apesar dos indicadores, o prefeito Bruno Covas anunciou, nesta semana, que poderá autorizar a reabertura de bares, restaurantes e salões de beleza. Clubes sociais, centro paralímpico e estabelecimentos de tecnologia da informação já retomam as operações a partir de amanhã.

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e