Espanha liberta condenado por atentado preso no Brasil no fim de 2018

Condenado por atentado realizado em Madri, na Espanha, em 1977, Carlos García Juliá foi libertado pela justiça do país europeu, quase dois anos após a prisão, ocorrida em São Paulo, que foi seguido da extradição autorizada pelo governo do Brasil.

A ação criminosa foi realizada por grupo de extrema-direita contra um escritório de advogados trabalhistas, em meio ao processo espanhol de redemocratização. Juliá foi condenado a 193 anos de prisão, por cinco assassinatos e quatro tentativas de homicídio. EFE

Por

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e