Equador declara estado de exceção e blinda policiais e militares

O presidente do Equador, Guillermo Lasso, declarou nessa segunda-feira estado de exceção por 60 dias em todo o país em resposta ao aumento da criminalidade e blindou as forças de segurança (policiais e militares) de possíveis ações judiciais pelo desempenho de suas funções.

Por meio de um decreto executivo, Lasso declarou um “estado de exceção devido a graves distúrbios internos” devido ao “aumento da atividade criminosa”. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e