Embaixadora da UE deixa a Venezuela após receber ordem de expulsão

A embaixadora da União Europeia (UE) na Venezuela, a portuguesa Isabel Brilhante Pedrosa, saiu do país em silêncio nesta terça-feira, três dias após ter sido declarada ‘persona non grata’ pelo governo do presidente Nicolás Maduro, que ordenou a expulsão da diplomata em resposta às sanções do bloco europeu contra 19 venezuelanos.

“Obrigada, infinitamente, a todos os venezuelanos pelo carinho, reconhecimento e afeto. Levo todos em ótimas recordações. Meu coração fica aqui. Eu te amo, Venezuela”, disse a diplomata em mensagem publicada no Twitter, após seis dias de silêncio. EFE

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e