Eleitores de 19 cidades escolhem novos prefeitos e vices neste domingo (3)

Somente poderão participar das eleições eleitores que já votavam no município até 14 de abril de 2021

Eleitores de 19 municípios brasileiros voltam às urnas neste domingo (3) para escolher novos prefeitos e vice-prefeitos. As eleições suplementares acontecem sempre que há decisão da Justiça que indefira o registro da candidatura, a cassação do diploma ou a perda do mandato da chapa eleita majoritariamente, conforme o artigo 224 do Código Eleitoral.

O novo pleito acontecerá nas seguintes cidades: Firmino Alves (BA), Juazeiro do Piauí (PI), Goianésia do Pará (PA), Capoeiras (PE), Palmeirina (PE), Paranhos (MS), Mendonça (SP), São Lourenço da Serra (SP), Mineiros do Tietê (SP), Guaíra (SP), Apiaí (SP), Campina do Monte Alegre (SP), Itaoca (SP), Piacatu (SP), Santo Antônio do Jardim (SP), Trabiju (SP), Anhembi (SP), Cajati (SP) e Angatuba (SP).

Somente poderão participar das eleições eleitores que já votavam no município até 14 de abril de 2021. Os escolhidos ficarão nos cargos até 31 de dezembro de 2024.

O horário de votação foi ampliado em uma hora, com as seções funcionando das 7h às 17h. Não haverá identificação biométrica, para que não haja contato em superfícies, como medida de prevenção para infecção do coronavírus, bem como será obrigatória a utilização de máscara.

Decisões judiciais

Na cidade de Juazeiro do Piauí (PI) o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiu a candidatura de Antônio José de Oliveira (PT), o mais votado em 2020, pela operação de uma rádio clandestina.

Em Firmino Alves (BA), José Aguinaldo dos Santos teve o registro de candidatura negado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) por ter as contas dos anos de 2011 e 2012, quando era prefeito, reprovadas pela Câmara Municipal local.

Já em Goianésia do Pará (PA), Itamar Cardoso do Nascimento (Avante), teve a candidatura indeferida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) por estar inelegível por oito anos por improbidade administrativa quando ocupou a prefeitura em anos anteriores. O mesmo ato doloso realizado por Luiz Claudino de Souza (PL), eleito em Capoeiras (PE), e por Frederico Dias Batista (PL), eleito em Itaoca (SP). CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e