Distribuidoras, cinemas e streaming criam o Cinema Virtual

Com os cinemas fechados enquanto a opção para salvar vidas na pandemia mundial ainda é o isolamento social, algumas distribuidoras de filmes se juntaram com algumas redes de cinema para criar uma alternativa. Assim, com uma parceria inédita, distribuidoras e cinemas se uniram ao serviço de streaming Looke e criaram o Cinema Virtual.

A ideia é reproduzir a experiência de ir ao cinema, mas no ambiente virtual, e também continuar a lançar os filmes que, dada a pandemia, não puderam estrear nas salas de cinema.

Os filmes serão lançados com exclusividade na plataforma criada especialmente para exibição no conforto das casas, desenvolvida para dar continuidade à experiência semanal de ir aos cinemas, ou seja, junto com as estreias todas as quintas, as produções vão ficar em cartaz o tempo que a “bilheteria virtual” for alta.

Foto: Divulgação

Inicialmente cinemas de São Paulo farão parte da lista de parceiros, junto com as distribuidoras A2 Filmes, Elite Filmes e Vitrine Filmes, que foram as primeiras a estrear produções no Cinema Virtual, como ‘O Segredo da Floresta’, dirigido por Vikram Jayakumar, que foi não só um dos primeiros filmes a estrear na plataforma, como ficou por três semanas em cartaz. Com distribuição da A2 filmes, ‘O Segredo da Floresta’ também é o primeiro filme de conteúdo sobrenatural do gênero terror a estrear no Cinema Virtual.

Lançado no fim do mês de maio, com cerca de 10 títulos, o Cinema Virtual tem o objetivo de a cada semana ter cerca de 10 filmes em cartaz, mas com um diferencial em relação à experiência física de ir ao cinema, virtualmente as produções que só iriam estrear em algumas cidades brasileiras agora serão vistas por todo o país.

Para assistir às produções em cartaz, basta acessar o site do Cinema Virtual (www.cinemavirtual.com.br), se cadastrar e escolher um dos filmes. Vale dizer que para ver o filme, também tem que selecionar um cinema (mesmo que na cidade onde more nem tenha cinema), assim os cinemas selecionados vão receber o devido valor da bilheteria. Uma ótima forma de ajudar aos cinemas fechados na pandemia e que no futuro talvez continue, já que permite que a experiência do cinema chegue a lugares onde não há salas físicas.

Entre os filmes já lançados, além do terror ‘O Segredo da Floresta’, há títulos como ‘Os Olhos de Cabul’, ‘Ana’, ‘Corpus Christi’, ‘A Guerra de Anna’, ‘Um Grito de Liberdade, entre outros.

Por

Ex-repórter redatora da editoria de Cultura do webjornal O Estado RJ, atualmente colunista (Curtindo Adoidado).

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e