Diretores de “Bacurau” fazem críticas a políticas de Bolsonaro na cultura

Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, diretores de “Bacurau”, que concorre à Palma de Ouro no Festival de Cannes, acusam o presidente Jair Bolsonaro de querer acabar e destruir o “melhor embaixador” do país: a cultura.

“(Bolsonaro) Não apenas ameaça desencorajar, mas também criminalizar um sentimento que é muito natural a qualquer nação, que é ter artistas e que eles façam arte”, disse Mendonça Filho em entrevista à Agência Efe.

Por

Webjornal O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.