Desfiles de Carnaval de São Paulo e Rio é adiado para o feriado de Tiradentes

O aumento de casos e internações por Covid-19 em ambas as capitais foi o principal motivo para a mudança da data

Os prefeitos de São Paulo e Rio de Janeiro decidiram adiar os desfiles das escolas de samba para o feriado de Tiradentes, em 21 de abril. A decisão foi tomada após reunião virtual conjunta nesta sexta-feira (21).

Os desfiles das escolas de samba do grupo especial da capital paulista estavam marcados, até então, para 25 e 26 de fevereiro. Já no Rio, seriam realizados em 27 e 28 do mesmo mês.

O aumento de casos e internações por Covid-19 em ambas as capitais foi o principal motivo para a mudança da data.

Em entrevista coletiva, foi informado que os desfiles serão adiados para o feriado de Tiradentes, mas o Carnaval de rua continua suspenso.

“Desde o início, o combinado é que tomaríamos uma decisão conjunta. Não terá cenário diferente no Rio de Janeiro e em São Paulo”, declarou o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anteriormente.

O secretário municipal de saúde do Rio, Daniel Soranz, disse que é uma decisão difícil, mas que “não há condições sanitárias para a realização do Carnaval na data prevista. Abril é muito mais seguro, é difícil que a variante Ômicron avance até lá. Não há possibilidade de fazer Carnaval a qualquer custo”.

Já o secretário de saúde de São Paulo, Edson Aparecido, explicou que é possível fazer um controle sanitário do público nos sambódromos e, assim, reduzir a possibilidade de contágio.

As secretarias de saúde ainda vão definir, com base na situação epidemiológica do período próximo à nova data do Carnaval, se será necessário protocolo ou não.

“Jamais ficaríamos felizes em colocar as pessoas em risco”, disse Sidnei Carrioulo, presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo, acrescentando que a medida foi “acertada”.

Em nota, a Liga Independente das Escolas de Samba (LIESA) do Rio de Janeiro disse que esse cenário já era previsto e que a decisão tomada foi “prudente”. Também informaram que todos os ingressos já adquiridos para os desfiles serão válidos para a nova data.

A ordem dos desfiles e horários serão os mesmos na capital fluminense.

A Liga das Escolas de São Paulo afirmou, também em nota, que apoia a decisão das prefeituras.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), disse que detalhes como o Carnaval de Rua ainda serão acertados.

Paes reconheceu a importância da festa para a economia das cidades, mas disse estar otimista que poderá ser contornada com a realização em outra data.

No começo de janeiro, as gestões municipais de São Paulo e Rio tomaram decisões parecidas ao cancelar os blocos de rua e manter, a depender da situação epidemiológica, os desfiles das escolas de samba nos sambódromos com medidas sanitárias como diminuição de público e obrigação do uso de máscaras para público e alegorias.

Leia a nota conjunta das prefeituras

As prefeituras do Rio e de São Paulo, sob a orientação de seus secretários de Saúde, optaram por adiar a realização dos desfiles das Escolas de Samba para o fim de semana do feriado de Tiradentes, em abril. A decisão foi tomada em respeito ao atual quadro da pandemia de COVID-19 no Brasil e a necessidade de, neste momento, preservar vidas e somar forças para impulsionar a vacinação em todo o território nacional.

O adiamento do carnaval foi decidido após uma reunião na noite desta sexta-feira, por videoconferência, em que estiveram presentes o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, o secretário de Saúde carioca Daniel Soranz, o secretário de Saúde paulistano Edson Aparecido, além dos presidentes das Ligas de Escolas de Samba de ambas as cidades.

Maiores informações sobre a nova programação do carnaval serão divulgadas em momento oportuno. CNN

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e