Curiosidade: conheça 5 pesquisas inusitadas sobre sexo

Com certeza você já se deparou com uma notícia bem estranha sobre sexo por aí! Graças a curiosidade das pessoas, cada dia mais são desenvolvidas pesquisas relacionadas a esse tema que podem parecer super estranhas.

Infelizmente, o sexo ainda é um grande tabu na sociedade, o que acaba gerando diversos questionamentos engraçados. Por isso, separamos 5 pesquisas inusitadas sobre sexo que encontramos pela internet.

1. Nasa vai estudar sexo no espaço

A ideia de estudar o sexo entre humanos no espaço surgiu já que existem muitas projeções e estudos sobre a espécie humana morar no espaço futuramente. Com o nome de “sexologia espacial”, cientistas querem estudar como a dinâmica sexual do casal funcionaria no espaço em longas jornadas. Com certeza teremos mais informações sobre os estudos futuramente.

2. Sexo pode ajudar a desentupir o nariz

O estudo coordenado pela Universidade Hospital Heidelberg, na Alemanha, e no York District Hospital, na Inglaterra, foi realizado em 18 casais heterosexuais e constatou que o sexo satisfatório, ou seja, quando o orgasmo acontece, resulta em descongestão nasal, por pelo menos 60 minutos após as relações. 

3. Vibradores femininos são recomendados em prescrição médica

Uma pesquisa realizada pelo Cedar-Sinai Medical Center, dos Estados Unidos, recomenda a prescrição médica do uso regular de vibrador para pacientes do sexo feminino. Afinal, muito mais que um brinquedo sexual, o vibrador traz benefícios à saúde mental e física da mulher.

Alguns deles são: melhora na força do assoalho pélvico, redução na dor vulvar, melhorias na incontinência urinária, redução do estresse e mais facilidade para atingir o orgasmo. Para quem quer começar a se aventurar no uso de vibradores, mas tem vergonha de ir até uma loja, os sex shops online, como o Amor de Luxo, são uma ótima opção. 

4. A influência da abóbora e da lavanda na ereção

O cheiro de torta de abóbora combinado com o de lavanda excita os homens. O estudo desenvolvido pela Chicago’s Smell and Taste Treatment Research Center, testou homens e suas reações a 40 diferentes aromas selecionados. A surpresa foi o aumento de 40% do fluxo sanguíneo do pênis dos analisados quando sentiram o cheiro de torta de abóbora com lavanda.

5. Quem usa mais emoji, faz mais sexo

Os estudos desenvolvidos pelos cientistas do The Kinsey Institute e do Lake Forest College chegaram a esses resultados inusitados. Isso acontece porque os emojis deixam a conversa online mais descontraída com a pessoa do outro lado da tela, o que aumenta a possibilidade de acontecer um encontro e, consequentemente, o sexo.                                                                                      

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e