Conserte você mesmo usando aplicativos de serviços

Aplicativos te ajudam a consertar aparelhos que só um especialista conseguia no passado

Antigamente quando a geladeira, máquina de lavar ou outro eletrodoméstico estragava, era preciso encontrar um bom profissional para resolver o problema. Nos dias de hoje, com smartphones ao alcance de muitos, existem aplicativos que permitem que, com um toque no celular, você mesmo resolva o problema. Mas se não conseguir, não se preocupe, os mesmos aplicativos te permitem encontrar um profissional que resolva para você.

Além dos eletrodomésticos, é possível ter também um mecânico virtual. Com ele é possível identificar problemas no carro, ou mesmo ter indicações de onde fazer a manutenção. O dispositivo pode identificar mais de 10.000 defeitos. O aplicativo já permite chegar ao mecânico com um diagnóstico na mão, o que facilita na hora do conserto e dificulta diagnósticos distorcidos ou enganosos. O usuário arca com o custo do dispositivo para ter acesso às verificações.

A utilização de tais aplicativos permite um ganho em termos de tempo e custo. É possível economizar, uma vez que a ida até um profissional pode gerar uma cobrança mais elevada e em muitas vezes chegar até o valor de um produto novo. Como aplicativos assim, além de auxiliar no conserto reúne profissionais especializados, na maioria das vezes o custo acaba sendo menor.

As facilidades são muitas em nossos dias. Ter um conserto na palma da mão era algo que não imaginávamos a alguns anos atrás. Esses aplicativos são imensamente úteis para uma geração que já havia descartado o hábito de consertar coisas. Os tempos de pandemia resgataram esse hábito, tão usado no passado. Acredito que com a tecnologia cada dia mais ascendente, será possível uma abrangência maior de coisas passíveis a conserto por meios digitais de forma rápida e prática.

Por

cristiane.lopes@oestadorj.com.br

* Jornalista e especialista em Gestão Cultural. Amante da cultura e das artes.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e