Conselho de ministros e órgão de transição são dissolvidos no “Sudão

O general Abdelfatah al Burhan, líder do órgão máximo de poder dentro do processo de transição do Sudão, dissolveu nesta segunda-feira o conselho de ministros e o próprio Conselho Soberano, depois que militares prenderam o primeiro-ministro do país, Abdalla Hamdok.

A decisão foi anunciada por Al Burhan, através de um comunicado que o general leu durante transmissão na emissora de televisão estatal sudanesa. O general, além disso, decretou estado de emergência em todo o território. Efe

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e