Conheça 6 cidades universitárias no interior de São Paulo e veja seus atrativos

As cidades universitárias são a prova concreta de que o interior oferece diversas alternativas de lazer e descanso

Interior, a princípio, pode ser sinônimo de cidade pequena e pacata, sem grandes atrativos turísticos e de lazer. Contudo, a presença de universidades é um interessante diferencial capaz de alterar esse cenário.

O grande número de estudantes que moram nas cidades universitárias é responsável por garantir um intenso movimento nos municípios, alterando até mesmo características geográficas, como área urbana, população e densidade, e os indicadores do Produto Interno Bruto (PIB) e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Muitas companhias rodoviárias passaram a atender a demanda de alunos, incluindo as regiões provincianas próximas às cidades universitárias na lista dos principais destinos. A Viação Piracicabana, por exemplo, investe no interior buscando interligar as localidades.

Com faixa etária jovem — médias de 18 a 28 anos —, a parcela populacional que mora e estuda nesses verdadeiros centros estudantis vive em busca de agito e animação durante o tempo de folga, seja durante o dia ou a noite. Parques, bares, museus e a própria cidade são opções válidas de entretenimento.

 6 cidades universitárias e suas opções lazer

Quando o assunto é cidade universitária no interior, o mito de lugar calmo e quieto cai por terra! Estudantes de todas as regiões e, consequentemente, toda a população transformam a cômoda rotina provinciana em euforia e muito lazer.

Confira a lista sobre o que fazer em seis cidades universitárias, e veja como é possível curtir qualquer lugar.

Campinas

Que tal dar um passeio pelos shoppings durante uma tarde ensolarada? O Parque Dom Pedro, por exemplo, oferece uma variedade de lojas e opções de entretenimento. Em um dia mais ameno, é possível desfrutar da brisa natural no Parque do Taquaral, local ideal para quem curte ler ao ar livre ou dar uma relaxante caminhada.

Durante a noite a melhor pedida são os bares e pubs espalhados pela cidade. Muitos estabelecimentos oferecem música ao vivo, uma ampla variedade de drinks e deliciosos pratos e petiscos. Os preços não assustam, mas para quem quer apenas curtir o movimento e tomar uma gelada, há muitos botecos animados e acessíveis.

São Carlos

O Parque Ecológico de São Carlos é uma alternativa incrível para quem que praticar exercícios ao ar livre ou estudar em um ambiente natural. Museus, observatórios e centros culturais estão espalhados por toda a cidade. Alguns clubes também são opções, além dos deliciosos restaurantes.

O Sesc de São Carlos apresenta inúmeras atrações artísticas — peças de teatro, espetáculos de dança, musicais, etc. Com uma programação bem diversificada e preço acessível, o local é um dos queridinhos da cidade.

Ribeirão Preto

O Bosque Zoo Fábio Barreto é uma excelente pedida para curtir durante o dia. Apreciar a natureza, aproveitar as zonas arejadas e respirar um ar puro pode ser a receita natural perfeita para relaxar após uma semana estressante, as diversas espécies de animais que habitam o zoológico também são garantia de distração.

Shoppings enormes, o elegante Teatro Pedro II e dezenas de restaurantes deliciosos completam o guia com chave de ouro.

Ilha Solteira

Com uma rica fauna e flora repleta de espécies regionais, a cidade leva esse nome por estar afastada de um arquipélago composto por cinco ilhas — e a Ilha Solteira é a extensão de terra mais distante.

Duas praias compõem a ilha. A Praia Catarina, mais famosa, é ideal para curtir um belo dia de sol com os amigos. Os quiosques disponíveis são perfeitos para reunir a rapaziada e fazer um delicioso churrasco, apreciando o pôr do sol e estendendo até o anoitecer.

O local ainda é maravilhoso para praticar esportes, ler um bom livro ou até mesmo estudar. Aproveite também para conhecer a Usina Hidrelétrica da cidade universitária: um ótimo e interessante passeio.

Durante a noite os bares e cachaçarias no centro da cidade são garantia de diversão.

Araraquara

Parece coisa de filme, mas conhecer o Museu de Arqueologia e Paleontologia (MAPA) é como viajar ao passado. A instituição apresenta um acervo de pedras e fósseis de dinossauros encontrados na própria região.

Os restaurantes e bares representam o Brasil em sabor e animação. Música ao vivo, cerveja gelada, risada com os amigos e preço acessível são garantias na maioria dos estabelecimentos locais.

São José do Rio Preto

Visitar o Museu de Arte Primitiva José Antônio da Silva é dever de qualquer pessoa que passa pela cidade. Com um vasto conjunto de peças e exposições, o local é um prato cheio para quem procura passeios interessantes e admiráveis.

Outra opção é o Zoológico Municipal de São José do Rio Preto e sua ampla variedade de animais e informações.

Para aproveitar a noite na cidade universitária, algumas casas oferecem múltiplas opções de bebidas — nacionais e importadas.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e