Compositores do Brasil na luta pelo samba

Um domingo por mês, o coletivo realiza uma roda de samba fixa na quadra do bloco carnavalesco Boêmios de Irajá, onde sempre uma personalidade sambística é homenageada

Há cerca de dois anos um grupo de sambistas preocupados com as transformações da cena musical do país e a falta de espaço para mostrar sua arte, resolveram se unir em torno de um projeto chamado Compositores do Brasil.

A partir daí, a iniciativa se consolidou e vem ganhando novos adeptos a cada dia. O grupo conta com uma diretoria eleita, cujo presidente é Alexandre Barreto, conhecido no mundo do samba como Barreto Baixada. Um domingo por mês, o coletivo realiza uma roda de samba fixa na quadra do bloco carnavalesco Boêmios de Irajá, onde sempre uma personalidade sambística é homenageada. Já passaram por lá, nomes como Zé Catimba, Marquinhos Diniz, Elaine Machado e o produtor musical Milton Manhães.

No próximo dia 8 de junho, às 15 horas, será a vez de Mestre Birinha, músico e filho do grande ícone mangueirense já falecido, o compositor Padeirinho. Excepcionalmente, esta homenagem será realizada na Comunidade Santa Marta, no local denominado Laje Michael Jackson.

Além do presidente, o grupo Compositores do Brasil é formado por Carlinhos Amanhã, Gilson da Serra, Júnior Capixaba, Carlinhos Branco, Paulinho IBGE, Décio Cavaquinho, Ribeirinho, Gatiado Magalhães, Durval Borges, Rico Teixeira, entre outros que estão chegando.

Além das rodas fixas mensais, os sambistas já se apresentaram em locais como a escola de samba Império da Uva, no Clube dos 40, em Belford Roxo, no Tradição Barreirense de Mesquita e na Rádio Tropical.

O sucesso do Compositores do Brasil já extrapolou, inclusive, os limites do Rio de Janeiro. Tanto que alguns sambistas mineiros criaram uma filial naquele estado. Por isso, o grupo carioca estará indo a Belo Horizonte, no dia 16 de junho, onde acontecerá uma roda de samba que vai celebrar a união. Será no restaurante Cantinho da Tilápia, no bairro Ipiranga.

Entre os próximos passos do projeto estão, ainda, a gravação de um cd com músicas de autoria dos próprios componentes. Aliás, um dos objetivos do grupo é a divulgação de suas obras, dando visibilidade a quem nem sempre tem oportunidade na grande mídia. Vida longa aos Compositores do Brasil.

Por

amilton.cordeiro@oestadorj.com.br

Jornalista, pesquisador de samba e compositor.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e