Como fica a divisão para cada partido em 2022 com o novo fundo eleitoral

Um dos partidos mais beneficiados com o aumento é o PT, que tem direito a uma quantia de R$ 563,8 milhões

O Congresso Nacional aprovou, na votação da LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias), o aumento do fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões. A verba beneficia 32 partidos, sendo que 16 deles devem receber mais de R$ 100 milhões.

Ainda há seis siglas que receberão o valor mínimo do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), de R$ 3,5 milhões. Além disso, há legendas que não têm representantes na Câmara dos Deputados, mas também são financiadas.

Um dos partidos mais beneficiados com o aumento é o PT, que tem direito a uma quantia de R$ 563,8 milhões, o equivalente a 9,89% do total. Em seguida, vem o PSL, com R$ 558,6 milhões.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em entrevista à TV Brasil que vai vetar o novo fundo eleitoral.

Por

contato@oestadorj.com.br

Webjornal Oerj - O Estado RJ > No ar desde 28/05/2007 > Promovemos o Projeto Futuro Jornalista.

Comentários estão fechados.

http://api.clevernt.com/0d18126b-b33f-11e7-bb95-f213f22ad24e